A tua poupança não está a crescer?

A tua poupança não está a crescer?

A tua poupança não está a crescer?

Talvez o teu planeamento não esteja a funcionar ou não esteja bem definido, no sentido de poupar.

Atualmente as pessoas estão a gastar mais do que recebem, segundo as estatísticas do primeiro trimestre de 2017, as famílias gastam mais do que os seus rendimentos.

Matematicamente é simples: POUPANÇA = RENDIMENTO – CONSUMO, neste momento o valor da poupança é negativo.

Algo não está a funcionar na tua poupança, vê aqui os 6 erros que estão a travar a tua poupança:

Erro 1 – Não saberes onde gastas o dinheiro

No meu ponto de vista, saber onde se gasta o dinheiro é o passo mais importante para conseguires poupar dinheiro.

Quantas vezes acontece chegarmos ao fim do mês e perguntar para onde foi o dinheiro, não temos ideia onde gastamos o dinheiro todo.

Tens de conhecer ao pormenor para onde vai o dinheiro, no artigo 5 Dicas para uma vida financeira melhor, já falei sobre a importância de registares todas as tuas despesas, mesmo as pequenas.

Ao fim do mês, vais ver a quantidade de dinheiro que gastaste nas coisas “pequenas”.

Erro 2 – Não definiste objetivos claros

Tens de saber ao certo o destino da tua poupança, assim consegues mais facilmente entrar num estado mental que realmente te permite poupar dinheiro e abdicar de coisas que realmente não precisas no teu dia-a-dia.

Deves dar prioridades para a poupança, com objetivos claros:

1 – Poupar mais para pagares rapidamente dívidas de cartões de crédito e outros créditos semelhantes como créditos pessoais.

2 – Depois de tudo pago, deves poupar dinheiro para um fundo de emergência, que deve ser de pelo menos 6 vezes as tuas despesas mensais. Se gastas 1000 euros por mês, tens que ter um fundo com 6000 euros.

3 – Ter uma poupança para poderes tentar aumentar os teus rendimentos, através de investimentos com risco um pouco maior, como ações e fundos de investimento. Informa-te sobre este tipo de investimentos porque podes ganhar muito mais do que com as habituais contas poupança que não juros nenhuns neste momento.

4 – Poupar para ires viajar aquele destino que tanto desejas, ou comprar aquele carro que queres.

Erro 3 – Esquecer as despesas anuais

Quando fazes o planeamento das tuas finanças, verificas que gastas X mensalmente e que vais poupar Y, mas muitas vezes esquecemo-nos das despesas anuais ou mais intervaladas, como seguros, IMI, revisões, etc.

Uma boa politica é dividir essas despesas por 12 meses e ter em conta no planeamento mensal, assim, quando chegar a altura de pagar essas despesas, já tens o dinheiro de lado para as pagar.

Assim, não vais ter que fazer nenhum esforço adicional para pagar essas despesas, nem vais ter de mexer na tua poupança.

Erro 4 – Poupar apenas se sobrar dinheiro

Muita gente tem vontade de poupar dinheiro, mas deixa a poupança como ultimo objetivo. Paga todas as contas, passa o mês e depois no fim, guarda o dinheiro que sobrou.

Assim, quantas vezes chegas ao fim do mês e não sobrou dinheiro nenhum?

A poupança deve ser o primeiro objetivo, define quanto vais conseguir poupar por mês (tenta que seja pelo menos 10% do teu rendimento mensal) e mal recebes o salário, passa logo esses dinheiro para a poupança.

Podes até agendar uma transferência automática no teu banco.

Já falei sobre a importância de Pagares a ti primeiro.

Erro 5 – Cortar nas despesas erradas

Muitas vezes com a ansiedade de poupar dinheiro, recorremos a cortes arriscados na nossa vida.

Optamos por cortar em seguros de saúde, seguros da casa, porque vemos que é dinheiro que sai mensalmente e não vemos nenhum retorno.

É um risco que corres, podes precisar de cuidados de saúde e vais acabar por gastar muito mais do que se continuasses com o seguro de saúde.

Pode acontecer alguma coisa em tua casa e vais ter de suportar todos as despesas se cortaste no seguro da casa.

É muito mais fácil poupar nas pequenas coisas, que aparentemente não representam muitos custos, mas depois tudo somado, vais acabar por poupar mais do que com essas despesas dos seguros.

Erro 6 – Não envolver a família.

Se és casado/a é importante que o casal esteja em sintonia, até mesmo os filhos. Quer tenham problemas financeiros ou não, é importante que todos conheçam exatamente o orçamento familiar.

Sentem-se à mesa e analisem juntos as despesas, definam onde podem poupar e definam o objetivo dessa poupança.

Como todos focados no mesmo objetivo tudo se torna mais fácil.

Ler também artigo 9 Dicas de Organização Financeira para poupar dinheiro
This Article Has 1 Comment
  1. Pingback: 9 Dicas de Organização Financeira para poupar dinheiro - Diário de Gajo

Deixa um comentário

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com