rumo independencia financeira

A minha jornada em rumo da Independência Financeira

Independência financeira, tão desejada por muitos alcançada por tão poucos.

É o meu caso ainda, ainda não atingi a independência financeira, nem sequer estou muito perto, mas nem por isso desisto de alcançar a tão desejada independência financeira.

Descobre tudo aqui, em 7 pontos, sobre o que faço para atingir esse sonho, que se pode tornar realidade para todos.

Como já disse a independência financeira ainda não está perto, mas o mais importante é começar a viagem e ir aprendendo cada vez mais como a alcançar.

A definição de Independência financeira para mim, é conseguir obter rendimentos de forma passiva, ou seja, para os quais não tenha que trabalhar num emprego normal (das 09h00 às 17h00) que consigam sustentar os meus gastos mensais.

O que faço para atingir a independência financeira?

1 – Diminuir o consumismo

Desde à algum tempo para cá que noto que estou bastante menos consumista. Antigamente comprava muito por impulso, sem sequer pensar duas vezes e as compras online eram uma tentação, com 2 ou 3 cliques comprava qualquer coisa sem quase me aperceber.

Agora raramente compro qualquer coisa, a menos que realmente necessite e nunca por impulso, penso bastante antes de comprar, penso durante algum tempo e se realmente for uma necessidade compro.

Ver vídeos no youtube sobre o minimalismo penso que me ajudou bastante.

2 – Alimentação mais saudável

Por uma questão de saúde mas aliando também a parte financeira, como muito melhor agora do que antigamente, como muito mais vegetais e fruta e não tenho a necessidade de ingerir carne em todas as refeições.

Não sou vegetariano, mas como muito menos carne do que antes e isso nota-se na carteira, pois gasto muito menos em alimentação.

3 – Controlar as despesas

Este passo é muito importante, para termos noção para onde o nosso dinheiro vai é fundamental que registemos todas as nossas despesas, incluindo a mais pequena como tomar um café.

Ao final de algum tempo a registar todas as despesas, vão se aperceber que gastam muito dinheiro em coisas simples e pequenas que tudo somado faz uma quantia grande e que facilmente poderiam deixar de gastar.

Registar as despesas é o principal passo para diminuir as despesas.

Ver artigo 5 dicas para uma vida financeira melhor.

4 – Pagar a mim primeiro

Esta regra é fundamental, conforme já falei em diversos artigos aqui no blog, como no O grande segredo para ficar rico, pagar-nos a nós próprios antes de tudo o resto é essencial.

Isto quer dizer que devemos definir uma quantia mensal, que retiramos à renda mensal que temos que vai servir para poupar, investir e amortizar dívidas caso as tenhamos.

Isto é fundamental, retirem a vossa parte, mal recebam o ordenado, só depois paguem as contas correntes do mês.

Devem controlar bem as despesas, conforme falei no ponto anterior para saber quanto retirar por mês para vocês, com o tempo tentem retirar o mais possível, é este dinheiro que vos vai dar a Independência Financeira.

5 – Investir

Só investindo é que podem assegurar a vossa independência financeira, com o dinheiro parado estão a perder dinheiro.

Eu invisto na bolsa de valores e em criptomoedas, embora as criptomoedas seja muito mais volátil e arriscado.

Ao contrário do que muitos pensam, investir na bolsa pode ser para qualquer um, não é nenhum bicho de 7 cabeças e pode-se começar com valores baixos, não é preciso ter muito dinheiro para investir em acções por exemplo.

Vejam o artigo O que precisas de saber para investir em acções e também o artigo A melhor corretora para investir em acções.

6 – Amortizar as dívidas

Este passo é claro, devemos tentar pagar as nossas dívidas o mais rápido possível, eu tenho algumas dívidas, casa, carro por exemplo.

Tento amortizar sempre que posso, associado aos créditos estão sempre juros altos, que devemos evitar a todo o custo. Selecionem uma dívida de cada vez e vão amortizando até terminar e passar para a próxima.

Este passo tem uma ressalva, embora eu pense que devemos pagar as dívidas o mais depressa possível, não uso todo o dinheiro do pagamento que faço a mim próprio todos os meses para as amortizar, é importante irmos investindo também porque é isso que faz o nosso dinheiro crescer e é importante mantermos o nosso fundo de emergência também.

7 – Aumentar a renda mensal

Este passo é importante para apressar a nossa independência financeira, quanto mais dinheiro ganharmos mais podemos investir, mais depressa podemos pagar dívidas, logo ficamos mais perto da independência financeira.

Para isso existem possibilidades infinitas, eu posso dizer que algumas que uso, como vender bens online, a própria publicidade online como o Adsense que também podem ver aqui neste blog, e que por cada clique é uma pequena ajuda para alcançar o objetivo da independência financeira.

Podem juntar-se a uma empresa de venda online, ou de venda por catálogo como a Yves Rocher que também tenho e que me dá um rendimento extra considerável e que qualquer um pode juntar-se.

Resumo

A independência financeira não é uma utopia, todos podem alcança-la, uns mais depressa outro mais devagar, mas tudo depende de ti próprio e do teu empenho em atingir esse objectivo.

Vamos todos rumar em direcção à Independência Financeira.

Be the first to comment

Deixa um comentário

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com